Livro: Um bom motivo para morrer

Um bom motivo para morrer
R$ 29,90 + Frete (Livro impresso)
R$ 8,90 (Versão em PDF)
COMPRAR

Resenha: 

“Se o grão de trigo não morrer, fica ele só” (João 12:24).

Estamos acostumados a ligar a palavra morte com a perda da existência, mas isso é um erro. A morte nada mais é do que uma transformação.

Não existiria árvore sem a morte da semente; não existiria a borboleta sem a morte da lagarta; não existiria o embrião sem a morte do espermatozóide e do óvulo; não existiria vida com esperança sem morte de Cristo.

Para que a vida resplandeça de forma abundante é necessário que algumas coisas venham a morrer em nossas vidas.

Isso é parte integrante e constante em nossos relacionamentos. Se o rancor não morrer, não nasce o perdão. Se a individualidade não morrer, não nasce cooperação. Se o ódio não morrer, não nasce o amor e por mais difícil que seja, não há como mudar e ficar igual, crescer e ficar pequeno. 

Vale a pena fazer um balanço do que deve morrer e do que deve viver em nossos relacionamentos e em todas as demais áreas de nossa vida. Vale a pena deixar morrer as sementes às quais nos agarramos e que, por isso, nada produzem.

Saiba que toda semente serve para garantir a existência de uma espécie.
A semente tem que morrer.